Seminário discute sobre comunicação popular em tempos de golpe

Da Redação

Uma conversa sobre os desafios da comunicação popular e quais as formas de resistência frente ao golpe foi promovida pelo TVCom Maceió na tarde desta quinta-feira, 22, em um seminário no auditório da Central Única dos Trabalhadores.

Participaram do seminário comunicadores populares, militantes e sindicalistas que contribuem para o fortalecimento do cenário da comunicação popular e de resistência em Alagoas.

seminario-comunicacao-popular
Comunicadores populares, militantes e sindicalistas participaram do seminário. Crédito: Genivaldo Henrique

O seminário – que teve como tema “A comunicação em tempo de golpe” – é uma preparação para um encontro estadual de comunicadores populares a ser realizado no primeiro semestre de 2017. Os diálogos foram facilitados por Jairo Silva, jornalista da TVCom, e pelo comunicador popular Railton Da Silva, editor do Grito na Luta.

jairon-silva
Jairo Silva, jornalista da TVCom Maceió. Crédito: Genivaldo Henrique

Na ocasião, foi dialogado sobre os desafios de se fazer comunicação popular e não populista para a classe trabalhadora e seus familiares. “Estou na TVCom Maceió há pouco tempo, mas foi aqui que aprendi a fazer um jornalismo mais próximo do trabalhador e com o desafio de fazer o contraponto à mídia hegemônica”, destacou.

Jairo produz e apresenta o programa ‘Quero Ver’ que vai ao ar toda quarta-feira, com reprise durante a semana durante a programação da TVCom e com publicação no canal do Youtube, confira a página. “Ainda faço a produção do programa Fetag na TV e temos em nossa grade de programação o programa da Conexão Periferia que é apresentado pela Alyne Sakura”.

professor-luiz-gomes
Luiz Gomes, diretor presidente da TVComMaceió. Crédito: Genivaldo Henrique

De acordo com o Luiz Gomes, diretor presidente da TVCom, são 15 anos de desafios e que foram superados com muita luta. “Antes a TVCom Maceió era o patinho feio da NET TV e agora temos um sinal de qualidade digital e com transmissão inclusive pela internet na nossa página”, destacou.

Acompanhe a programação ao vivo da TVCom Maceió, inclusive com link em nossa página.

Para o comunicador popular e editor do Grito na Luta, Railton da Silva, o atual cenário exige uma maior atenção com os sufocados pela grande mídia e que não tem espaço para reportar o que se passa na periferia.

Segundo ele, a mídia hegemônica apenas reproduz o que é de interesse dos grupos empresariais que jamais vão permitir que seja dado o mesmo tratamento que é dado ao filho do trabalhador empobrecido ao filho de um amigo desembargador, empresário; “e se assim for feito o rico será apresentado como suspeito, enquanto o filho do pobre traficante, bandido”.

railton
Comunicador popular Railton Da Silva. Crédito: Genivaldo Henrique

“A comunicação popular é uma necessidade para a classe trabalhadora, estamos em um momento difícil onde a mídia tradicional e hegemônica diz que esta tudo normal e que as reformas são necessárias para o encaminhamento do país, mas que na verdade é ao contrário, temos a manipulação das informações para uma ‘certa normalidade’, porém precisamos enxergar quais caminhos precisamos percorrer”, destacou Railton.

Ainda segundo ele, o Grito na Luta é uma produção do Coletivo Edmilson Alves e que ainda produz o programa Falando da Luta e outros meios de comunicação resistente de dialogo com os moradores da Maceió de Dentro. “Não temos a intenção de dialogo com a população da orla ou da Maceió de Fora, mas com os trabalhadores empobrecidos”, assegurou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s