Enciclopédia Latinoamericana ganha versão eletrônica de acesso gratuito

Em 2007, a enciclopédia Latinoamericana (Boitempo Editorial, 1.344 págs.) ganhou o Prêmio Jabuti de Melhor Livro de Não-ficção. A obra, que trata sobre os temas mais importantes de todos os países e territórios da América Latina e Caribe, ganhou neste fim de ano uma versão eletrônica gratuita atualizada e ampliada. O portalEnciclopédia Latinoamericana traz mais de mil verbetes e é voltado a estudantes, professores, pesquisadores e ao público em geral.

O objetivo é democratizar o acesso ao conteúdo de um material rico que, originalmente, tem a participação de mais de 120 autores, muitos deles considerados alguns dos maiores pensadores latinoamericanos, como Eduardo Galeano, por exemplo. Segundo Ivana Jinkings, diretora editorial da Boitempo, a obra é importante por apresentar “a luta de resistência ao neoliberalismo e de resgate do continente com todas as suas dimensões históricas e culturais, políticas, econômicas e sociais”.

“A edição impressa A Latinoamericana é uma obra única, que reflete a diversidade da região e se tornou instrumento fundamental de autoconhecimento e de divulgação do nosso continente. Apresenta uma visão geral, a partir de múltiplos pontos de vista, porém resguardando a riqueza de abordagens e os estilos de seus mais de cem autores. A edição impressa, publicada em capa dura é, no entanto, bastante custosa. Um livro com essas proporções (tem mais de mil páginas), só é viável economicamente em grandes tiragens. Por isso buscamos apoio para criar o portal e dessa forma democratizar a totalidade dos verbetes que tratam dos fenômenos políticos, econômicos, educacionais, sociais, ambientais, étnicos, culturais, artísticos, midiáticos, científicos, tecnológicos e esportivos, com diferentes enfoques teóricos e metodológicos. Em um momento delicado da vida nacional (e, aliás, não apenas nacional), dispor o impressionante conteúdo da Latinoamericana ao público, de forma aberta, é muito significativo e nos deixa com o sentimento de dever cumprido”, afirma Ivana, que também é coordenadora do livro impresso, junto de Emir Sader, Carlos Eduardo Martins e Rodrigo Nobile.

Levando em consideração os acontecimentos dos últimos anos, alguns verbetes do livro original foram atualizados e outros novos inseridos na versão digital. “Priorizamos principalmente as atualizações dos verbetes sobre os países, que foram retomados com um novo ensaio, por vezes assinado pelo mesmo autor do texto publicado na edição impressa de 2006, mas na maioria dos casos por membros da equipe do portal. Os textos são apresentados de maneira autônoma no portal, indicando até onde vai o texto original e a partir de onde inicia-se o ensaio a respeito da década que separa a publicação da edição impressa do lançamento na internet”, precisa a coordenadora do projeto.

Apesar do endereço do site trazer a palavra “wiki”, não se trata de um projeto colaborativo. “A ideia do portal Latinoamericana é apresentar conteúdo de qualidade elaborado por alguns dos maiores pesquisadores do continente. Como há uma autoria por trás do conteúdo dos verbetes, não prevemos por enquanto uma participação do leitor – apesar do ‘wiki’ no endereço, que tinha como função remeter à noção enciclopédica, mais do que à funcionalidade ao estilo colaborativo do Wikipédia”, pontua Ivana, que anuncia que em breve o portal também será lançado em espanhol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s