‘Estamos nas ruas contra os desmontes das finanças públicas’

Da Redação

A Praça da Assembleia Legislativa do Estado foi ocupada por servidores municipais, estaduais e federais, trabalhadoras e trabalhadores da iniciativa privada na manhã desta terça-feira, 13, contra a Proposta de Emenda Constitucional 55, a reforma da Previdência e o desmonte na educação em Maceió e em Alagoas.

A PEC 55 – antiga 241 – foi aprovada em primeiro turno no Senado Federal e tramita hoje em segundo turno e, de acordo com Maria Consuelo, presidenta do Sinteal, ela é conhecida como PEC da Morte, uma vez que “promoverá uma série de desmontes na finanças públicas em todo o país e, em Alagoas, não será diferente”.

“O Brasil inteiro esta mobilizado contra os desmontes que o governo ilegítimo de Temer vem promovendo, entre elas a PEC da Morte, a reforma da Previdência que só pra destacar é a pior reforma de todos os país”, destacou Consuelo.

Para o professor Fabiano Duarte, do Sintietfal, a luta também se dá contra a reforma do Ensino Médio e que os servidores e professores do Instituto Federal de Alagoas estão em greve. Também esta em greve os técnicos e docentes da Universidade Federal de Alagoas.

Educação em Alagoas

Os servidores da educação em Alagoas também protestam contra o desmonte que vêm sofrendo tanto do Estado quanto do Município de Maceió.

De acordo com a presidenta do Sinteal, Maria Consuelo, o governo de Alagoas vem praticando uma política antitrabalhador/a, o que vem sendo seguida pelo prefeito de Maceió.

Imagem destacada: Sind. dos Trabalhadores da Ufal

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s