Atentado em assentamento da Reforma Agrária deixa um sem terra morto, dois feridos e um sequestrado

Railton Da Silva

Um trabalhador rural sem terra morreu, outros dois ficaram feridos e um foi sequestrado – até então não localizado – durante um atentado de uma quadrilha nesta quarta-feira, 19, no Assentamento São Furtado, em São Luiz do Quitunde.

O assentamento – segundo informações do Incra – tem aproximadas 162 famílias assentadas e recebeu a imissão de posse em maio de 1996.

Durante a ação criminosa, Reinaldo Santos Belo da Silva, 20 anos, morreu no local. Outros dois foram baleados, mas conseguiram escapar dos criminosos ingressando em um canavial e as informações ainda dão conta que um assentado identificado como ‘Corcoran’ foi levado pelos acusados que o colocaram na mala do carro.

As informações sobre o atentado ainda são desencontradas, mas dão conta que um grupo armado em um veículo Uno Mille teria chegado ao local usando a desculpa de que estavam a procura de uma motocicleta  Broz roubada em Messias.

“Eles chegaram aqui muito agressivos e querendo que a gente desse conta de uma moto que a gente tinha roubado e como não encontraram nada começaram a atirar na gente, só foi gente correndo para todo lado, inclusive para dentro das canas”, destacou uma assentada que não quis se identificar.

O assentamento é em modelo de agrovila e fica próximo ao canavial da Usina Camaragibe.

Tentamos contato com a Polícia Civil da cidade, mas sem sucesso.

Imagem destaca: Odilon Rios/Repórter Alagoas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s