Acampamentos são incendiados e famílias perdem quase todos seus pertences

Nestes dois acampamentos têm mais de oitenta (80) famílias morando desde 22 de março desse ano.  Um carro havia passado na estrada perto das 23h30 rumo a Mata Preta. Na hora que perceberam o fogo, os acampados viram ainda cinco pessoas mascaradas correndo no meio da estrada e colocando mais fogo.  Bombas foram arremessadas e tiros disparados contra os barracos. As famílias presentes na hora do ataque calculam que perderam 70% de seus pertences. As famílias ausentes por estarem trabalhando em outros lugares, perderam tudo. Algumas pessoas foram feridas no ataque.

A situação no momento é bastante precária. Dez famílias, vítimas do fogo, continuam no lugar do acampamento, rodeadas dos poucos pertences que conseguiram salvar.  Claro que estão tomadas de medo, pois as ameaças de matar as famílias dos acampamentos e as lideranças vêm aumentando, sendo também cada vez mais violentas e numerosas.

As famílias relatam que as ameaças aumentaram e ficaram mais violentas depois da Polícia Militar deixar de fazer seu percurso de proteção pelas áreas em risco:  Lotes 44, 46, 68, 69, 71, 73, 75 e 83.  Com a ausência da polícia, os fazendeiros ficaram mais presentes, passando devagarinho no meio dos acampamentos, olhando de um lado para o outro, tirando fotos.

Fonte: CPT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s