Esfaqueada, travesti apanha e é humilhada em hospital à espera de atendimento

Na última semana, um vídeo se espalhou pelas redes sociais ao mostrar a travesti Nátyla Mota, de 21 anos, no chão de um hospital, sangrando, após ser esfaqueada em um evento político no município de Maiquinique, na Bahia.

O episódio chamou a atenção devido à violência com que a jovem foi tratada, chegando a levar um tapa no rosto enquanto esperava atendimento. Ela tentou pedir socorro, mas foi ignorada por várias pessoas que transitavam pelo local.

O delegado Irineu Alves Andrade esteve no Hospital Cristo Redentor, colheu informações para dar início às investigações e ativistas do movimento LGBT da região planejam uma manifestação para alertar sobre o ocorrido. O estado de saúde de Nátyla permanece estável.

Fonte: Revista Fórum Online

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s