IFAL em Santana do Ipanema é ocupado por estudantes contrários ao golpe na educação brasileira

Railton Da Silva

O Instituto Federal de Alagoas, campus Santana do Ipanema, foi ocupado na manhã desta sexta-feira, 14. Os estudantes são contrários ao golpe na educação brasileira e estão em uma mobilização nacional que já conta com – informações da UBES – 437 escolas, institutos e universidades ocupadas.

ocupacao-ifal-santana4
Crédito: Beatriz Martins

Também esta ocupado em Alagoas desde segunda-feira (10) o campus de Satuba do Instituto Federal; a resposta da gestão de Satuba foi de imediato cortar a refeição dos estudantes residentes e não residentes e racionar a água de uso no prédio, o que gerou horário para usar a água no campus, inclusive para higiene pessoal.

Em Santana do Ipanema, os estudantes vêm em constante processo de mobilizações e atividades discutindo a reforma do ensino médio e a PEC 241 – entenda quais os riscos. Nesta sexta-feira, 14, o campus foi ocupado ainda no início das atividades do prédio. De acordo com Beatriz Martins, da comissão de ocupação, a programação estava prevista para segunda-feira (14), mas diante da possibilidade da entrada dos estudantes serem barrada, a ocupação ocorreu.

“A maioria dos alunos não estavam preparados para uma suposta ocupação hoje, mas vimos que as coisas apertaram e que o nosso tempo estava voando e se fosse para fazer tudo que estava no nosso cronograma (mobilização da rede Municipal e estadual) iríamos perder essa próxima semana, então garantimos logo a ocupação do campus. O funcionamento do campus parou. Os professores aceitaram e sairam numa boa. Mas não podemos interferir nos serviços dos terceirizados que também estão a nossa disposição para impressão de material para aulões do Enem”, destacou.

De acordo com o professor Juliano Molino, os estudantes estão programando as atividades para as ocupações e coletivamente construindo alternativas de resistência. Segundo ele, ainda no período da manhã desta sexta-feira, 14, os alunos discutiram o futuro da mobilização e realizaram oficina de cartazes.

ocupacao-ifal-santana3
Crédito: Beatriz Martins

Os estudantes estão se mobilizando em relação a alimentação e conta com o apoio e o fortalecimento de uma rede de parceiros. “Alguns pais mandaram almoço pra gente pois o campus não tem refeitório e os alunos aqui da cidade estão cuidando do jantar do pessoal da ocupação”, destacou. Na última segunda-feira (10), eles organizaram uma mobilização – que de acordo com o professor Juliano Molino – contou com uma grande participação dos estudantes.

Tentamos contato, via telefone móvel com o gestor do campus, mas sem sucesso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s