Afilhado de Calheiros e fiel escudeiro de Temer, Marx Beltrão é exonerado de Ministério para votar favorável à PEC 241

Da Redação

Michel Temer articulou – e muito bem – a aprovação da PEC 241 e entre as suas artimanhas para ganhar no 1º turno na Câmara dos Deputados a aprovação da PEC 241 foi exonerar – em uma edição especial do Diário Oficial da União desta segunda-feira, 10 – o então Ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Beltrão é filho do deputado estadual João Beltrão que é acusado no envolvimento de três crimes de homicídios em Alagoas, afilhado de Renan Calheiros, presidente do Senado Federal, e é do mesmo partido de Temer. Ele foi nomeado para o cargo de Ministro do Turismo no último dia 05 e no apagar das luzes exonerado para votar favorável a PEC 241, a mesma que congela por um período de 20 anos os gastos em saúde e educação.

Ele é ainda réu no Supremo Tribunal Federal sob a acusação de falsidade ideológica, onde é acusado de ter apresentado ao Ministério da Previdência Social comprovantes de repasse e recolhimento contendo informações falsas ainda quando era prefeito da cidade de Coruripe.

Contra a PEC, mobilizações ocorrem em todo o país e acontecem simultaneamente com ocupações de prédios públicos, inclusive, do prédio oficial da Presidência da República, em São Paulo. Ao todo já são 103 escolas em todo o país ocupada e, em Alagoas, foi ocupado o prédio do Instituto Federal em Satuba.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s