Cultura do Estupro é tema de debate na Ufal

Da Redação com Ascom Ufal

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) mostram que 88% das vítimas de violência sexual são mulheres e 90% dos agressores são homens, 10% dos casos são registrados pela polícia.

Essa seria uma das motivações que resultaram em uma mesa redonda que irá discutir nesta tarde – sexta-feira (19) – a Cultura do Estupro.

O encontro esta programado para ocorre no auditório do Laboratório de Computação Científica e Visualização (LCCV), localizado no Centro de Tecnologia (Ctec).

Pelas redes sociais ou nas ruas as mulheres vem lutando por igualdade e discutem quais comportamentos e atitudes  que contribuem para a “Cultura do Estupro”.

O evento faz parte do Ciclo de Seminários de Integração da Ufal e terá a participação da pesquisadora do grupo Frida Kahlo, Olívia Monteiro e também professora do curso de Serviço Social da Ufal em Palmeira dos índios, a aluna de Psicologia Kellyane Santos, e Lúcia Mendes, representante da Delegacia da Mulher de Maceió.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s